Aldo Miranda, Advogado

Aldo Miranda

Florianópolis (SC)
2seguidores1seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Advogado há 34 anos, formado pela PUC-RS. Intransigente defensor do fim das leis que privilegiam grupos de pessoas que são ou deveriam se julgar iguais e serem julgadas da mesma forma.

Comentários

(16)
Aldo Miranda, Advogado
Aldo Miranda
Comentário · há 13 dias
Sou advogado há 35 anos, portanto, com alguma experiência.
Excelente texto mas permito-me discordar do articulista. Essa história de vínculo de emprego distribuído aqui e acolá sem reservas eu já conheço e também sei quem vai pagar a conta dessa montanha interminável de "direitos": Eu !
A prosseguirmos nesse rumo já antevejo uma avalanche de reclamatórias trabalhistas contra as empresas de aplicativos de transporte, com os astronômicos custos evidentemente repassados ao preço das viagens e, quem sabe, com o sumiço das mesmas empresas.
Já passou da hora de rever esse emaranhado quase incompreensível de uma série interminável de direitos e mais direitos. Essa mixórdia que é a
CLT tem quase OITENTA anos de idade e só sofreu alterações que criaram mais e mais direitos ao empregado que é tratado como um analfabeto semi-boçal e incapaz.
Contei quantas vezes a palavra "direito (s)" aparece na CLT: mais de 90 - noventa vezes, enquanto a palavra "dever (es)" aparece menos de dez vezes. Na Constituição Federal, essa vergonha se repete: 76 vezes aparece a palavra "Direitos" contra apenas quatro da palavra "deveres".
Acredito já ter passado a hora de começarmos a criar tantos direitos quantos deveres.

Recomendações

(111)

Perfis que segue

(1)
Carregando

Seguidores

(2)
Carregando

Tópicos de interesse

(2)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Florianópolis (SC)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Aldo Miranda

Entrar em contato